Escolha uma Página

Livro infantil “Histórias Passarinheiras” tem show online e acessibilidade em libras com o Grupo Passarinheiros

Apresentação terá contação das histórias do livro, músicas e um bate-papo com a autora e a ilustradora

Livro infantil de histórias rimadas, “Histórias Passarinheiras” tem show de lançamento com o Grupo Passarinheiros, de 23 de abril a 02 de maio, com transmissão online e gratuita pelas redes sociais. A realização do livro é uma união entre a autora Marcela Pupio, parte do Grupo Passarinheiros, coletivo de contação de histórias e música, e a ilustradora Priscila Fernandes. O intuito do projeto é estimular o gosto pela leitura em crianças e levar um jeito diferente de contar essas histórias para toda a família e profissionais da educação.

As narrativas que compõem “Histórias Passarinheiras”, antes contadas e musicadas apenas em apresentações do Grupo Passarinheiros, agora estarão ao alcance das mãos, em formato literário. O livro traz três histórias rimadas: “Uma partida de futebol”, “O Cravo e a Rosa” e “A formiguinha escritora”. Através da rima, o livro convida adultos e crianças a entrar em um universo lúdico, brincar com as palavras e com a criatividade de cada um.

Além de destinado à crianças entre 3 e 10 anos e suas famílias, a linguagem de “Histórias Passarinheiras” torna o livro também especialmente indicado para professores e interessados no processo de alfabetização. Para a autora, “Através das histórias, lidas ou contadas, é possível expressar sentimentos e pensamentos que muitas vezes não se consegue expressar através da linguagem cotidiana. A rima convida as crianças a brincar com as palavras, ajudando no processo de alfabetização, enriquecendo seu vocabulário e estimulando o gosto pela leitura.”

Para completar este universo cheio de estímulo e incentivo à leitura que envolve educação e diversão, o lançamento de “Histórias Passarinheiras” acontece com apresentação online e gratuita do Grupo Passarinheiros, com música e contação de histórias. Para os pais e interessados, a autora Marcela Puppio e a ilustradora Priscila Fernandes participarão de um bate-papo também online, no mesmo dia, para compartilhar sobre o processo de criação do livro e a importância de encontrar maneiras criativas para estimular a leitura nas crianças.

Este é um projeto contemplado pelo Fundo Municipal de Cultura, no Edital Nº 003/P/2020 de Publicação de Obra Literária. Exemplares do livro serão disponibilizados em escolas e bibliotecas públicas da cidade de São José dos Campos e poderão ser adquiridos a preços populares através das redes sociais do Grupo Passarinheiros.

Para saber mais, acesse @grupopassarinheiros no Instagram e no Facebook.

SERVIÇO

23 de abril, sexta, às 9h (somente apresentação, com tradução em libras, sem bate-papo,)

Nas redes sociais da Biblioteca Pública Cassiano Ricardo

Instagram: www.instagram.com/bpcassianoricardo

Facebook: https://www.facebook.com/bibliotecassiano/

Portal do LED: www.escolainterativasjc.blogspot.com

24 de abril, sábado, às 16h (com tradução em libras)

No Facebook da Biblioteca Solidária de São Francisco Xavier: www.facebook.com/BibliotecaSolidariaSFX

01 de maio, sábado, às 16h (sem tradução em libras)

No Instagram do Grupo Passarinheiros: www.instagram.com/grupopassarinheiros

02 de maio, domingo, às 15h, no Projeto Domingo no Parque (com tradução em libras)

No YouTube da FCCR: https://www.youtube.com/user/fccrsjc

Para adquirir um exemplar:

Mande um inbox em: www.instagram.com/grupopassarinheiros

Ou entre em contato: (12) 99633-1630

FICHA TÉCNICA

Autora: Marcela Puppio, Ilustradora e Diagramadora: Priscila Fernandes, Revisor de Texto: Paulo Barja, Tradutora em libras: Zuleica Amaral, Figurinista do show: Ivani Melo, Assessoria de Imprensa: Revoada Assessoria e Fotografia: Taíne Cardoso.

OFICINA DE DJ “PULSO”

#RADARMAC é uma página com objetivo de divulgar outros projetos espalhados pelo Brasil com foco em acessibilidade. Clique, conheça, e compartilhe #InclusãoCulturalJa

Texto do ALT
Foto: Arquivo Pessoal

Um oficina de DJ para surdos, dá para acreditar? Não só dá como essa experiência ocorreu em duas ocasiões em Fortaleza, no ano de 2019. Estamos falando da Oficina Pulso, resultado de muita dedicação e experimentação, a partir de um repertório variado de pesquisas de André Garan, ou melhor, DJ Garan. Formado em Filosofia pela Universidade Federal do Ceará, Garan se baseia em estudos nas áreas de música, matemática, física, acústica, biologia, Língua Brasileira de Sinais para proporcionar várias experiências sensoriais a partir do som e seus desdobramentos. A seguir, ele próprio dá detalhes dessa iniciativa, que visa aumentar o repertório cultural de pessoas com deficiência, a partir de soluções criadas especialmente para elas, mas que permitem a participação de todos. Já falei demais.

Siga a @oficinapulso no Intagram e confira as postagens do projeto, que trazem ainda descrição de imagem e transcrição de todo conteúdo em LIBRAS abordado nos vídeos. (É empatia que chama né?). Uma oficina dessas em São José… Geeeeeente. #AcabaLogoCovid19. Ah, segue link de reportagem feita pelo G1 sobre a Oficina Pulso:

https://g1.globo.com/ce/ceara/noticia/2019/08/29/surdos-tem-experiencias-com-som-atraves-de-oficina-artistica-em-fortaleza.ghtml

#oficinapulso #djpulso

CURTA METRAGEM “MOVIMENTO”

#RADARMAC é uma página com objetivo de divulgar outros projetos espalhados pelo Brasil com foco em acessibilidade. Clique, conheça, e compartilhe #InclusãoCulturalJa

“Movimento” é um curta-metragem do Projeto Códigos que acompanha um dia na vida de uma pessoa surda e de seus familiares, no interior do estado de São Paulo. Num ambiente em que a Libras (Língua de Sinais Brasileira) e a língua portuguesa coexistem, passamos a entender as formas que essa família encontrou para que pudessem se comunicar.

Projeto Códigos: Dirigido e produzido por Luis dos Santos Miguel, “Códigos” é um projeto audiovisual em formato de websérie sobre comunicação humana. A partir do relato de diferentes entrevistados, a série busca entender como as pessoas utilizam diferentes formas de comunicação para se expressarem e como a vida dessas pessoas é permeada por esses sistemas simbólicos. A primeira temporada do projeto traz o curta metragem “Movimento”, com foco na Língua de Sinais Brasileira (Libras) em cidades do interior do estado de São Paulo.

Luis dos Santos Miguel é designer e produtor audiovisual. Nascido em Santo André (SP), formou-se em Design Gráfico pela Unesp Bauru. Seu projeto de conclusão de curso intitulado “Projeto Códigos”, alia o design à produção audiovisual acessível. Pesquisador membro do grupo de pesquisa “Design Gráfico Inclusivo: visão, audição e linguagem”, investiga interfaces gráficas para pessoas surdas. Participou do grupo “Matav – Mídia Acessível, Tradução Audiovisual”, compondo a equipe de roteiristas de audiodescrição.

EQUIPE TÉCNICA: Direção: Luis dos Santos Miguel, Produção: Luis dos Santos Miguel, Captação de Vídeo: Luis dos Santos Miguel, Edição: Luis dos Santos Miguel, Trilha musical original: Luis dos Santos Miguel, Tradução e Interpretação em libras: Adauto Antonio Caramano, André Luiz Salvador, Andresa Lins dos Santos e Luis Mateus da Silva Souza, Janela de Libras: Adauto Antonio Caramano e 2milmãos Acessibilidade, Voz Adicional: Eli Vagner Francisco Rodrigues, Lançamento: 12 de fevereiro de 2021

#curtametragemcomlibras #curtametragemmovimento #projetocódigos

Acesse: https://www.youtube.com/watch?v=EVKui9544g0&t=806s

WEBDOC “SELVAGENS”

#RADARMAC é uma página com objetivo de divulgar outros projetos espalhados pelo Brasil com foco em acessibilidade. Clique, conheça, e compartilhe #InclusãoCulturalJa

Com direção de Júlio Rhazec e produção de jornalismo de Cristiane Lopes e Ricardo Salem, o webdoc “Selvagens” reúne depoimentos de profissionais da saúde mental de São José dos Campos. A expectativa era grande. Já que o doc teria lançamento simultâneo nos formatos convencional e com Língua Brasileira de Sinais. A versão com audiodescrição, assinada por Carol, estava a caminho. E chegou.

Na LIBRAS, Marta Paiva, que no mesmo mês, estreava a mini-temporada ao vivo pelo Zoom, da webnovela São José Cidade Fantástica. Sobre Selvagens, ela disse: “Eu não sei como a comunidade surda vai aceitar. Nós sabemos que os surdos, por muitos anos foram ‘poupados’ da questão de cultura”.

Você deve estar curioso para saber o resultado disso tudo, não é? Quatro meses depois….

A versão convencional do webdoc Selvagens, sem acessibilidade comunicacional, chega perto de 210 visualizações, contando com as da estreia, pelo canal Fuxico na Rede. A versão em LIBRAS tem 227 visualizações. Somadas com as da versão AD, são mais de 260 com acessibilidade comunicacional. Não dá para saber quantas dessas pessoas são surdas, cegas, com alguma ou mais de uma deficiência; se são familiares, estudantes, ou expressam empatia…

#webdoc #webdoccomlibras #webdoccomaudiodescrição #webdocselvagens

Acesse com libras: https://www.youtube.com/watch?v=oWUXLzSvLHE

Acesse com audiodescrição: https://www.youtube.com/watch?v=QVWfeNKYk_Y

E-BOOK “SÃO JOSÉ CIDADE FANTÁSTICA”

#RADARMAC é uma página com objetivo de divulgar outros projetos espalhados pelo Brasil com foco em acessibilidade. Clique, conheça, e compartilhe #InclusãoCulturalJa

Parte integrante da webnovela “São José Cidade Fantástica” o e-book intitulado com o mesmo nome do projeto, é resultado das pesquisas, matérias jornalísticas, fotos e relatos orais coletados para RECRIAR lendas, causos e histórias sobre São José dos Campos.

O texto segue o estilo narrativo ficcional e apresenta uma história imaginária como se fosse real. É um texto com fatos criados, sem vínculo com a realidade, com a finalidade de recriar tramas e conflitos que envolvam o leitor.

A ideia é proporcionar ao leitor uma viagem atemporal a partir de fatos históricos recriados, com base em relatos orais, lendas urbanas e folclóricas presentes no imaginário popular do cidadão joseense.

Essa “viagem” também poderá ser acessada por pessoas cegas ou com baixa visão a partir do livro com opção em audiodescrição. Serão 12 contos com ilustração e fotografias. Os textos foram disponibilizados em texto corrido para que o leitor pcd possa “ler” com aplicativos.

Nessa brincadeira do ditado popular “Quem conta um conto, aumenta um ponto”, convidamos o leitor a viajar pelas histórias fantásticas deste livro.

#ebook #literaturafantastica #ebookeaudiodescrição #sãojosécidadefantástica

Acesse: https://saojosefantastica.wixsite.com/site/e-book

WEBNOVELA “SÃO JOSÉ CIDADE FANTÁSTICA”

#RADARMAC é uma página com objetivo de divulgar outros projetos espalhados pelo Brasil com foco em acessibilidade. Clique, conheça, e compartilhe #InclusãoCulturalJa

Imagem: print de tela do Zoom mostra quatro janelas do programa juntas, duas em cima, com um homem e uma mulher e duas janelas embaixo, com duas mulheres. A imagem traz, em sentido-horário, sobre um fundo preto e luz azulada, o ator Guilherme Venancio e as atrizes Izildinha Costa, Talita Carolina e Juliana Fiebig, da altura do peito para cima, interpretando personagens da webnovela. Todos olham para frente. Uma luz azul ilumina os rostos de Guilherme, Izildinha e Juliana. A janela de Talita, do lado direito inferior, tem uma luz azul mais clara vinda do canto direito. No centro da página, aparece o contorno de um círculo branco em rotação, indicando que a página está sendo carregada. No interior dele aparece o número 22%.

Você já assistiu uma webnovela com acessibilidade em libras? Conheça o projeto “São José Cidade Fantástica”, uma webnovela em três capítulos que reconta e cria, a partir da narrativa fantástica, episódios da história, locais e lendas de São José dos Campos.

Originalmente o projeto seria um espetáculo de teatro para rua, porém na impossibilidade de ser apresentado em locais públicos por conta da pandemia, o formato escolhido foi uma webnovela.

A temporada online ocorreu em 2020 pelo zoom com apresentações ao vivo. E foi sucesso de público, sobretudo para comunidade surda que contou com uma temporada com acessibilidade em libras. O trabalho conta com direção de Caren Ruaro, e interpretação em libras de Martha Filomena Paiva. A produção ainda contratou o serviço de áudio-descrição (AD) para apresentação do e-book do projeto, com Carol Winter.

Quer ver como ficou? Os três capítulos que compõem a webnovela em LIBRAS podem ser acessados pelo link abaixo. #SãoJoséCidadeFantásticaComLIBRAS #ArteeAcessibilidade

capítulo 1:  https://youtu.be/Th11G-W_pDM

capítulo 2: https://www.youtube.com/watch?v=Blx0-XhxhVc

capítulo 3: https://www.youtube.com/watch?v=0PT4B7z8P-U&t=43s

Share This
Skip to content